igreja maranata – TV RETIRANTES – DOCUMENTÁRIO FUNÇÕES DA OBRA – SERVAS À FRENTE

TV RETIRANTES – DOCUMENTÁRIO FUNÇÕES DA OBRA – SERVAS À FRENTE

igreja maranata tv retirantes funcoes da obra servas a frente
.
Queridos telespectadores, depois do sucesso total deste documentário sobre as funções masculinas do trabalho escravo na seita do GG, agora temos o prazer de falar sobre as funções femininas.
.
Mais uma vez somos gratos a vocês por nos honrarem com sua audiência.
.
No capítulo de hoje, estaremos abordando uma função que é cheia de detalhes e que enche as senhoras maranáticas de orgulho e até de dívidas. Depois, nós explicamos melhor…
.
Trata-se da função de  ”S E R V A S    À   F R E N T E”
.
Como todos suspeitam que essa obra maravilhosa tem os “pes” na maçonaria, não era de se estranhar que ela fosse bem machista.
.
Na verdade, as mulheres não tem nenhum poder de decisão ou opinião e como tudo é revelado, até os dons são machistas também. Acho que é porque o sinhô só revela coisa boa para os homens e principalmente para os do pes. As mulheres ficam debaixo dos pés do pes.
.
Como tudo na obra é falcatrua e invenção, e, para evitar a rebelião das mulheres, ossorevelô rapidinho uma função para embromá-las e elas acharem que são valorizadas ali. Uma ótima tática encontrada foi delegar a  elas a responsabilidade de cuidar dos necessitados, livrando os pastores desse trabalho e deixando-os livres para apascentarem o pes em suas infindáveis reuniões.
.
Mas gostaríamos de chamar a atenção para um detalhe, que muitos não reparam. Viram que, com raras exceções, tem sempre um varão, geralmente diácono, que está presente na reunião das servas do início ao fim. Já repararam que, na maioria das vezes, é um meia-sola, braço direito do pastor da unidade local? Por que será? Sem muito mistério, declaramos que o objetivo é espiar as atitudes das servas, pois afinal de contas, com a qualidade feminina de rebeldia, conhecida e disseminada em ambientes similares ao da maçonaria, não se pode colocar tudo a perder com qualquer fala ou prática que esteja fora do sinhôrrevelo, e principalmente tente incutir nas mentes das outras mulheres um espírito questionador e voltado para o Evangelho Puro de Cristo. A obra não correr risco!
.
E não é que elas caíram direitinho! Deixa os grupos feministas saberem disso! É um retrocesso de séculos de luta pela emancipação e liberdade das mulheres que o gedeltismo acabou em a penas 44 anos. Eta Linguagem do Não Pensamento maldita e poderosa essa sô!
.
Tem até os jargões: “Mulher nesta obra tem valor.” “Existem atividades femininas, nesta obra, que os homens não podem nem tocar”(também…o que pensar de homens fazendo arranjo de flores?!), “Esta obra é sustentada pelas servas”!
.
Essa última é uma das maiores embromações dessa obra, pois sem as servas a obra acontece normalmente, visto que elas não têm nenhum outro trabalho, dentre aqueles que se colocam à frente da obra, além desses relacionados à reunião delas, e ao que foi delegado pelo pastor, que era o que tinha que ficar responsável, ou seja, a parte social.
.
As servas, na maioria das unidades locais, não faz parte do grupo de intercessão, que é composto só por varões. Elas também não são obreiras, não estão à frente de grupos de assistência, e mesmo que estejam gerenciando ensaios da parte técnica do louvor, canto e instrumentistas, há sempre um varão, que esteja governando espiritualmente, ou seja, que detenha o poder de decisão.
.
O resumo da atuação das servas, a bem da verdade, pois mais que doa é que elas são as “amélias”.
Assim, as senhoras têm como funções básicas:
-preparar as reuniões das senhoras, geralmente junto com o pastor ou diácono responsável;
-reunião de busca (onde elas criam dons sobre a vida dos outros), sempre com a presença de um varão, de diácono para cima, sob o pretexto de ter que orar com imposição de mãos ao final, mas para acompanhar o conteúdo de cada dom;
-colocar flores no púlpito, geralmente na semana do aniversário de cada uma, o que faz a aniversariante pagar para dar um presente para a seita, já que não é para Deus, e sim uma invenção, ao invés de receber um presente de alguém;
-cuidar das toalhas;
-fazer visitas às necessitadas, viúvas, grávidas, prestando todo tipo de assistência física e material;
-cuidar das grávidas, inclusive com enxoval, não importando de onde saia o dinheiro;
-fazer doação de cestas básicas, roupas e calçados  para os necessitados, de novo, devem achar que cada uma tem uma árvore de notas de oncinha (50 pilas) no quintal de casa, só pode;
-ficar 5 minutos de joelhos orando pelos motivos duma lista enorme. Ainda bem que não inventaram a implementação do caroço de milho, graças a Deus!;
-preparar lanches quando da chegada de “ungidos” de fora, para grandes reuniões, eventos, etc. Ai delas, se o banquete ficar fraco. Os meias-solas não olham o trabalho de evangelização feito por elas não, mas se comerem só uma broazinha de milho com café, sobem nas tamancas, e ficam irados!
.
Como as funções, onde há poder de decisão e dinheiro, ficam para os homens e como eles não cuidam das ovelhas, restou para a mulheres a atividades operacionais e braçais descritas acima.
.
Isso faz delas verdadeiras burras de carga e financiadoras do sistema, onde todas as atividades que executam, saem a custo zero para o pes. E como na vida, se tem alguém se dando bem, alguém está perdendo. Se eles ganham em não gastar, isso sobra para quem? As amélias!
.
Em muitos casos, isso interfere e muito no orçamento familiar. Há lares divididos, onde o marido tem que “investir” no escuro, ajudando a serva, visto que ela não tem salário, mas isso é só um detalhe que nenhum meia-sola nem imagina. Para a obra, vale qualquer tipo de desconforto, e pode existir até discórdia no lar. Aliás, segundo do líder, os familiares são inimigos de todos, e principalmente se não pertencem à obra!
.
Para dar um ar de que tudo é revelado e santo, alguns dos trabalhos das senhoras são envoltos em espiritualização, idolatria e rituais.
.
Quem não sabe como funciona a colocação de flores, por exemplo? Tem que ser naturais, não podem ser coloridas artificialmente, o arranjo não pode ultrapassar a altura de 40 cm, as toalhas seguem um rigor extremo nas medidas. Tudo isso patrulhado e vigiado pelos fiéis guardiões (varões e irmãs) das revelagens maranáticas.
.
Saibam, porém que essa é única ocasião em que as mulheres podem subir no púlpito, pois para isso elas não são consideradas impuras. Explico melhor. É que os púlpitos maranáticos são santos e só os homens podem usá-los, pois só eles são também santos. As mulheres só são santas na hora de gastar seu dinheiro comprando flores para enfeitá-lo. Na hora da reunião delas, as coitadas não podem subir ao púlpito santo, imaculado e masculino, em hipótese alguma. As irmãs devem ficar de pé, do lado, na diagonal, no canto, ou em qualquer outro lugar do templo, menos no púlpito.
.
Nesse ponto, já flagro uma discrepância, pois se não podem ficar no púlpito, por que são chamadas de servas à frente? O mais coerente seria “serva ao lado” ou “serva do canto” ou “serva da diagonal”, não é mesmo?
.
Mas, voltando ao arranjo natural, que não é montado com naturalidade nenhuma, tendo em vista todas as dificuldades aqui relatadas, e que são de fato vividas pelas irmãs…
.
É interessante que a única explicação da obrigatoriedade do arranjo ser natural é a de que ossorrevelô, e, sendo assim, não há o que argumentar. É engraçado que ossorrevelô só para o pes, que nunca gastou um “conto” com a compra de flores, que por sinal, não são nada baratas.
.
Se eles tivessem que comprá-las, logo arrumariam um “dão” para usar flores artificiais. Lembram da história da irmã Maria (CV de saias): http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/10/16/direto-de-las-vegas-os-tres-filhos-de-maria/.
.
Penso que essa exigência é apenas para dar um ar mais pomposo, resultando num atrativo a mais para laçar os incautos, afinal, quem não admira a beleza de uma flor. Os visitantes ficam de boca aberta, pois, só na obra gedeltiana, se tem tais arranjos todos os dias da semana, do mês e do ano.
.
Um absurdo em gastos que saem dos bolsos das irmãs e depois vão para o lixo, visto que as flores, por terem sido consagradas, viram objetos sacros e portanto ninguém pode usar para nenhuma outra finalidade. Nós abordamos isso em http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/10/29/icm-idolatria-camuflada-na-mentira/.
.
Isto porque não mencionamos os cultos de casamento, que, se a noiva não tem condições de comprar as flores caríssimas para três arranjos (revelação), as irmãs fazem vaquinha, que se não der, fazem boizinho, bezerrinho e os demais parentes da vaca, no intuito de conseguir todo o dinheiro.
.
Outro trabalho, não menos constrangedor, é o que as “irmãs do socorro” fazem. Esse trabalho visa socorrer aos irmãos necessitados de cestas básicas, por exemplo.  As irmãs fazem uma lista pedindo aos irmãos que tragam produtos alimentícios ou de higiene e limpeza. Depois de juntar tudo, um corajoso e valente obreiro ou diácono, que não é meia-sola, pois esses correm desse trabalho a léguas (não dá cartaz), faz o favor de carregar a cesta e entregar ao necessitado.
.
Agora, esse termo dá muita pana para manga, visto que as irmãs ficam bajulando as pessoas para que tragam os alimentos e produtos de limpeza, e como tudo na obra inventada gedeltiana, ninguém consegue cumprir, e quando falta algum(ns) item(ns) na cesta, quem tem que cobrir? As amélias! O grupo é do socorro, mas elas já estão pedindo socorro há muito tempo e nada! Vou usar aqui ouvida da fase de infância, em tom de brincadeira, e só para aproveitar a rima: “Socorro, mataram meu cachorro!”. Nessa “selva” da obra, as irmãs e todos os outros irmãos, estão em um verdadeiro “mato sem cachorro!”.
.
O mesmo se dá com roupas, calçados e enxoval de bebê para grávidas carentes. Lembrando que não é “chá de bebê” pois isso é coisa da mescla e a obra é “toda marmelada”.
Essa função tem tantas emoções que se formos mostrar todos os detalhes vocês, queridos telespectadores, ficariam com lágrimas nos olhos, diante de tudo que as irmãs passam, além de, como já relatamos, cuidarem de suas casas, de seus maridos, de seus filhos, de seus trabalhos, de seus estudos,…ufa, o super-herói não é o pastor, mas são elas!
.
As senhoras “de frente”, ou “de busca” forma um grupo de super servas, casadas com homens de irrepreensível formatação e saber obrático. As vestes delas são aquelas saias jeans básicas abaixo do joelho, tem dons de todos os tipos, algumas têm canto espiritual estranho, pois parecem umas lobas uivando, e muitas delas são cisudas, competitivas, avarentas e malvadas.
.
Esse grupo de elite é que prepara o repasse das aulas que vêm do chatélite, criam os dons sobre a vida das outras irmãs, submetendo-os ao crivo do pastor ou diácono à frente (que tem esse nome só “pro forma”, pois não fazem absolutamente nada, a não ser espionar e impor as mãos no fim das reuniões), algumas se acham no direito de se intrometer na vida dos jovens com relação a vida sentimental, atuando como verdadeiras ciganas gospeis,  mesmo que os próprios filhos fiquem largados à sorte, enfim, elas realmente, vivem grandes emoções…
.
Aliadíssimas ao pastor local, elas são verdadeiras espiãs capazes de colocar no chinelo, até “James Bond”.
.
Uma função de destaque maior entre elas é a de coordenadora de servas, um cargo vitalício que, enquanto a irmã estiver viva e frequentando aquela unidade local da seita, será a titular do mesmo.
.
Os únicos motivos para a coordenadora de servas da seita perder o cargo são: morte, mudança de unidade local, saída da seita, ou rebeldia contra a cartilha do pes!
.
É curioso notar que as irmãs “de frente”, inclusive a coordenadora, são as primeiras geralmente a virarem o rosto para as pessoas que decidem servir a Jesus em outra denominação.
.
Vamos combinar uma coisa? É o seguinte, TODAS as funções da obra não precisam de Bíblia, afinal, ela só é usada para a bibliomancia e para dar uma aparência de crente. Então não vamos mais falar sobre isso, ok?
.
A Bíblia, na mão de qualquer pessoa que exerça função na seita, não passa de uma “rapadura com cheiro de sovaco”!
.
No caso das senhoras da “coordination” (servas “de frente” e coordenadoras), o que é a bíblia diante da apostila obrática que rege todo o trabalho delas?  E com o chatélite “contrabandeado” com aquelas mensagens reveladas “além” e “aquém” da letra, mas nunca no alvo da letra bíblica, alguém vai se lembrar de Bíblia?
.
As senhoras de algumas unidades locais que compõem este seleto grupo de “servas à frente” têm uma característica especial, que é a maldade, podendo perfeitamente ser denominado “ninho de cobras”.
.
Nada a admirar uma vez que, sendo capturada pra ser escrava de uma organização que, segundo o MPES  é criminosa, que outro comportamento esperar de algumas dessas irmãs?
.
Como esperar a candura e sensibilidade próprias da natureza feminina em um ambiente em  que impera o ódio, sectarismo, arrogância, competição, discriminação, preconceito o materialismo e tudo o que é contrário ao Evangelho?
.
Como a mulher, descrita na Palavra, como vaso mais frágil (não inferior), que deveria ser amparada, cuidada e amada, leva nas costas uma carga dessas?
.
Imaginem que elas têm suas casas e filhos para cuidar, são esposas, têm suas profissões seculares, estudos, etc.
.
No sábado, por exemplo, às vezes tem madrugada com limpeza, culto ao meio dia, 15:00 horas a reunião delas, pré-culto, culto, reunião após o culto.
.
Como pode isso?
.
Que marido aguenta isso?
.
O que os filhos pensam disso?
.
O que sentem os familiares dela a respeito de suas ausências?
.
E o tempo para se cuidar?
.
E os incômodos muito peculiares ao ciclo natural feminino?
.
Irmãs! Irmãs! Cuidem-se! Olhem o que Jesus disse:
.
“E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;
E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.”.
.
Lucas 10:41-42
Ficar aos pés de Jesus é muito melhor do que ficar aos pés do pes.
.
Aí, a irmã pode argumentar: “mas fazendo todas as tarefas da obra, eu quero exatamente ficar aos pés de Jesus, assim com Maria?”.
.
Nós colocamos um ponto para meditação, em resposta: Jesus nunca quis enfadar as mulheres. Ele foi generoso com elas, perdoando, curando e cuidando de suas vidas com tanto amor.
.
O que é isso que o pes faz com vocês senhoras? Não se deixem enganar.
.
As esposas desses que as exploram têm tempo para se cuidarem, tem dinheiro para bolsas “Lui Vitton”, de aproximadamente R$ 7.000,00 (SETE MIL REAIS) cada uma, às vezes, comprando várias; plásticas que levantam tudo; viagens; mansões no exterior; roupas caras e bonitas; jóias e diversos outros luxos!
.
E vocês aí gastando seu dinheiro suado, achando que é pra o SENHOR? Ele não pediu nada disso. Ele quer o coração de vocês. Quer dar paz e descanso a vocês.
.
Observem as senhoras que já saíram, o quanto estão mais felizes, mais calmas e mais bonitas!
.
São irmãs que agora têm tempo para ler a Palavra e bons livros, e convivem mais com a família e tem mais socialização.
.
Deixem essas cargas para quem as inventou! Isso não é para vocês. Foge dela, amiga minha!
.
O dinheiro de “dízimos” e ofertas, entregues para os administradores da obra, deveria ser para as despesas da denominação e ajudar aos necessitados e não para o bolso de alguém.
.
Diante de tudo que foi exposto então, gostaríamos de retratar a vida sofrida da grande maioria das servas, com uma paródia da música “Corujinha”, de Vinícius de Moraes e Toquinho, interpretada por Elis Regina, e que aqui terá o título de “Senhorinha”.
.
Nossa música ficará mais ou menos assim:
.
.
“Senhorinha”
.

Senhorinha, senhorinha,
Que peninha de você.
Fica toda empolgadinha
Ostentando não sei quê.

.
Do teu lado há serpente
Que na obra quer crescer.

.

(2 X)
Senhorinha, pobrezinha,
Todo mundo que te vê
Diz assim, ah, coitadinha,
Que doidinha que é você.

.

Quando a tarde vem chegando
Chega o teu esmorecer.
A reunião vem despontando
Vais voando obedecer.

.

Hoje em dia andas vaidosa,
Orgulhosa como o quê.
A soberba é comezinha
que só quer aparecer.

.

Senhorinha, senhorinha.
Que doidinha que é você.

.

Mas aqui a senhorinha
aparece na TV (Retirantes)

.

Senhorinha, senhorinha.
Que doidinha que é você.

.

“U”.

.

Deixo o link da música original, para acompanhamento:

.

http://letras.mus.br/elis-regina/322138/

.

E até a próxima transmissão da TV Retirantes.

.

Até lá!

.

Dos jornalistas: Eurípia Inês e Alandati.

No canal TV Retirantes: http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/11/10/tv-retirantes-documentario-funcoes-da-obra-servas-a-frente/

Marcado:, , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Desperta, Crente!

Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou. João 6:29

Cavaleira Da Verdade

A verdade sobre a seita Maranata

apenas

apenas reflexões escritas a penas e a duras penas

Testemunhos de retirantes da maranata

Testemunhos de retirantes e vítimas da seita maranata

Cavaleiro Veloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória

lupo cattivo - gegen die Weltherrschaft

Nachrichten-Hintergründe-Informationen-Zusammenhänge, die man bei "WIKILEAKS" nicht findet.....

Torre dos atalaias de Jesus Cristo (Yeoushua)

Torre forte é o nome do SENHOR; a ela correrá o justo, e estará em alto refúgio. Provérbios 18:10

a obra revelada da icm maranata

obra da igreja cristã maranata

Frederico Fiuza \o/ UND3RW0LRD OF D3RF

Lugar para encontrar um pouco de tudo o que é bom e saudável para leitura ! Aproveitem !

maanaim da maranata

radio maanaim da maranata falando a verdade

Só a Palavra

A Deus toda a Glória, Honra e Louvor, pelos séculos dos séculos

Revelando o segredo da obra maranata

Revelando o segredo da igreja cristã maranata

Diga não àSeita

Se te falarem poucochinho, diga não àSeita!

Materias Maranata

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

SUPERABUNDANTE

"Para a liberdade foi que Cristo nos libertou." (Gl 5:1a)

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d blogueiros gostam disto: