igreja maranata – HERESIA É O DESVIO DA VERDADE – APOSTASIA É A PRÁTICA DA HERESIA – REFUTANDO A AULA – DEFESA DA DOUTRINA DO CLAMOR PELO SANGUE

REFUTANDO A AULA – DEFESA DA DOUTRINA DO CLAMOR PELO SANGUE

Quando você ler EBD, significa que está lendo o estudo divulgado no site da ICM
Quando você ler COMENTÁRIO, significa nosso entendimento conforme os bons Bereianos que examinavam todas as coisas.
…………………………………………………………………..
EBD PRÓXIMO DOMINGO 14/10/12 – AULA EM DEFESA DO CLAMOR

heresia maranata - clamor pelo sangue de jesus cristo

heresia maranata – clamor pelo sangue de jesus cristo

EBD: O ENTENDIMENTO PRELIMINAR DO ASSUNTO: “Portanto vos orareis assim:”. O Senhor está nos ensinando a forma de orar, não no sentido de vã repetição de palavras, nem uma oração para ser decorada e repetida, mas o verdadeiro significado da forma correta de orar ao Senhor. “Orar assim” é começar a nossa oração invocando primeiro o Pai e fazemos isso quando clamamos pelo sangue do Senhor Jesus.

COMENTANDO: perceba nesse trecho a ilação, afirmação, introjecção do que não está dito, assim, usam do suposto “além da letra” para construir facilmente qualquer heresia – Veja que a afirmativa “orar assim” pressupõe uma assertiva que induz ao erro do clamor como forma correta, sendo que Jesus não estava ensinando isso, ou seja, aduz dessa fala a prática do “clamor pelo sangue” como “forma correta” para entrar na presença do Pai, de sorte que, “orar assim – clamando pelo sangue” significaria que, supostamente revelado nesse ensino de Jesus, e que veio a ser alcançado somente pela ICM como único meio de ter acesso ao Pai, o que de longe é verdadeiro, pois essa “falsa doutrina” já era apregoada por espíritos enganadores na Inglaterra desde os meados de 1973 pelo escritor Maxwell Whyte no seu livor: Power of The Blood (O Poder do Sangue) escrito originalmente em 1959 como se recebera uma revelação. O livro Fala sobre a prática do Clamor pelo Sangue de Jesus. Desse livro, e não por revelação divina, foi tirada a doutrina do Clamor pelo Sangue de Jesus praticada na ICM. Baixe-o aqui e confira>> https://www.box.com/s/rzp8azfrbvyertacvjdt

EBD: A oração que Jesus nos ensinou em Mateus 6:9 nos fala da forma como devemos entrar na presença do Pai. Mostra-nos que existe um Pai e que Ele ouve e atende a oração de seus filhos, “mas existe uma maneira correta de se alcançar a sua presença”.

COMENTANDO: Seguindo esse raciocínio de que: “existe uma maneira correta de se alcançar a presença do Pai” , desde então estariam todas as demais Igrejas de fora dessa presença e bênção, já que não “conhecem” essa doutrina? Será que era isso mesmo que Jesus estava ensinando nessa oração do Pai nosso? Perceba o grande perigo dessa doutrina, pois é totalmente exclusivista no sentido literal da palavra, EXCLUI os demais grupos que não tem tal revelação os deixando de fora do reino de Deus, daí eles afirmarem de boca cheia e de forma até jactanciosa que somente a Obra é a Igreja Fiel e que as demais não passam de “religião”. Mas pense um pouquinho! Será mesmo que Jesus estava no seu ministério criando uma única religião salvadora ou estava consumando no derramar do seu sangue na Cruz a Sua “obra redentora”, para TODO aquele que Nele crer não pereça? Pense na “universalidade” do ministério de Cristo e não na “exclusividade” para poucos e lembre-se de quando Ele foi indagado se serião poucos os que se salvariam, e ele disse ao contrário, que muitos viriam do norte e se assentariam na mesa com Abraão, Isaque e Jacó revelando assim que a salvação não é exclusividade de poucos ou de um grupo especial como imaginavam os fariseus da época. É bom lembra também que esse mesmo pensamento orgulhoso e jactancioso subiu ao coração dos 12 discípulos ao ponto de acharem que eram um “grupo” seleto de Deus na terra e Jesus os advertiu severamente que não procederia assim quando inclui na sua fala a todos dizendo: “Quem não é contra nós é por nós”, ora, se não era contra já bastava para Jesus, mas a “igreja” inverteu essa fala para excluir e perseguir seus desafetos afirmando o seguinte: “Se não é a nossa favor então é contra nós” o que é bem diferente do que Cristo pronunciou.

EBD: Jesus nos ensinou que essa maneira é chamando-O de “Pai nosso”, pois é uma invocação, ou seja, um clamor.

COMENTÁRIO: Aqui está aprova cabal da construção dessa mentira! Perceba a ILAÇÃO, a introjecção da mentira, do engano na sua mente quando afirma que chamar Deus de “Pai nosso” significa um “clamor” (pelo sangue). Ora, se Jesus estivesse preocupado com “forma”, “maneira correta de orar” ele então dir-nos-ia que: se não pronunciássemos antes de qualquer oração a expressão “Pai nosso” não seríamos ouvidos pelo Pai. Mas Jesus não estava ensinando uma forma ou maneira correta de entra na presença de Deus, antes Ele ensinava na sua oração uma profunda tomada de consciência de seus discípulos em relação a “quem” era o Pai no qual Ele estava nos revelando sua existência e também qual seria a nossa forma de se relacionar com Ele (O Pai) em amor e temor sempre colocando Deus acima de todas as demais coisas nas nossas vidas e não uma “forma” de acessá-lo, do contrário Deus jamais seria acessado ,por exemplo, por um “gentio” que não conhece o “clamor pelo sangue” e sabemos que isso não é verdade pois Deus não faz acepção de pessoas; e sua GRAÇA está disponível a todo o que Nele crê. Ou você acha que Jesus ensinava no monte das Oliveiras “formas e maneiras” como que aos crentes da época? Por certo que falava a TODOS e pensava na salvação de TODOS! Jamais de um grupo só!

EBD: A expressão “Pai nosso que estás nos céus”: é porque Deus, o Pai, está assentado no trono da graça à disposição para atender àquilo que chega a Ele, através da invocação, ou seja, do clamor de seus filhos. Jesus nos ensina a chamar o Seu pai de Pai nosso, porque Jesus nos tornou filhos de Deus derramando seu sangue por nós. Quando cremos em Jesus e no seu sacrifício recebemos o poder de sermos chamados filhos de Deus e esse poder é o Sangue de Jesus.

COMENTÁRIO: Mais uma vez reitero que Jesus não tinha em mente essa preocupação de nos ensinar a chamar seu pai de “Pai nosso…” Preste atenção nesse outro engano que afirma que Jesus nos tornou filhos de Deus derramando o seu sangue. Se isso fosse uma verdade absoluta TODOS os povos teriam sido feitos filhos de Deus automaticamente e sabemos que não é bem assim. A única maneira de nos tornarmos filhos de Deus depende exclusivamente de nós mesmos, da nossa escolha de o sermos, pela fé. Como assim? Entenda, o que Jesus fez por nós na Cruz derramando o seu sangue foi simplesmente um ato de amor que nos abriu uma porta, um caminho para a eterna redenção, mas não nos salvou automaticamente nem nos tornou filhos de Deus, antes é preciso “crermos” nesse ato de amor e aceitá-lo. Isso parte somente de nós, do contrário não seríamos livres e não teríamos o “livre-arbítrio”, Deus é amor e portanto não pode obrigar ninguém a aceitá-lo de qualquer outra forma que não seja somente a espontânea e fundamentada no amor e gratidão. Jamais pelo medo por exemplo!

João 1:12 – Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; grifo meu!

O poder mencionado aí não é o “clamor pelo sangue” nem o clamor do poder do sangue, mas é o PODER DA ESCOLHA. A escolha de crer no seu nome é somente SUA, não tem nada haver com sangue ou sacrifício, mas com o NOME que está acima de todo nome ao qual importa que por Ele sejamos salvos. Claro que não estamos desfazendo da importância nem do valor remidor do sangue derramado na Cruz, longe disso, é claro que sabemos que profeticamente sem sangue não há remissão de pecados, o que estamos esclarecendo aqui é apenas o engano dessa doutrina do “clamor pelo sangue” como forma, reza, ou como se fossem palavras mágicas que abre um portal, isso não é real nem tampouco bíblico.

EBD: (João 1:12) A expressão “aba pai”, em Gálatas 4:6, mostra a relação íntima da igreja com o Senhor Deus, que se dá no clamor pelo sangue de Jesus, onde, com ousadia, entramos no santo dos santos (hebreus 10:19) e passamos a ter um diálogo com Deus. Diálogo é: ouvir e ser ouvido.

COMENTÀRIO: A expressão “Aba, pai” não tem nada haver com “clamor pelo sangue” tem sim de fato uma íntima relação com o Pai, mas na realidade ela se refere à ADOÇÃO! A expressão, portanto é a mais perfeita forma de gratidão por alguém que antes, órfão e alheio ao plano de redenção de Deus passou pela fé e convencimento do Espírito Santo de Deus crer em Jesus Cristo como seu único salvador e a partir daí tomar posse em seu coração desde já desse reino que Deus nos preparou (a todos que Nele crer) e da certeza de que agora fomos feitos “filhos de Deus” por legítima adoção propiciada sim pelo Sacrifício de Jesus na Cruz, mas nunca por uma expressão do tipo: “clamamos pelo sangue de Jesus”, tal clamor não tem valor algum diante de Deus!

Bom em face do tamanho da sutileza e poder de enganação dessa doutrina que se não for muito bem discernida “quase” passaria por uma verdade absoluta e revelada tamanha a “engenharia” na construção dessa mais do que “meia-verdade” quase que uma “verdade inteira”, mas não é bem assim, sabemos que um pouco de fermento leveda toda massa, bastando 10% de mentira. Em face dessa real situação é que se faz necessário falarmos um pouquinho sobre a APOSTASIA.

O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. (1 Timóteo 4.1)
O Espírito Santo prediz apostasia. Muitos que alegam seguir a Jesus Cristo cessarão de se identificar com eles, ou mesmo que continuem a afirmar que são discípulos, mostrar-se-ão mentirosos.
A Bíblia nos diz em outro lugar que se uma pessoa se afasta verdadeiramente do Cristianismo apostólico, então ela nunca foi um discípulo real em primeiro lugar. Isso porque, na verdadeira conversão, a natureza interior da pessoa é transformada de forma que ele naturalmente – isto é, como um efeito natural de sua nova natureza – crê e segue a Jesus Cristo com um coração sincero.

Parece mesmo que o povo evangélico ainda não entendeu o que o apóstolo Paulo quis dizer quando afirmou que nos últimos tempos muitos dariam ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios. Paulo estava alertando que isso haveria de acontecer e que tais doutrinas surgiriam por meio de HOMENS QUE FALAM MENTIRAS, e que já estavam com as suas mentes cauterizadas, significando com isso que a ‘‘apostasia” aconteceria DENTRO da Igreja e não fora dela. Jesus nos advertiu quanto ao joio no meio do trigo.

HERESIA É O DESVIO DA VERDADE
APOSTASIA É A PRÁTICA DA HERESIA

Sendo assim fica o convite para que VOCÊ, único responsável pelas suas faculdades faça uso das mesmas para discernir em que caminho você está, e se não está sendo levado de uma parte para outra, como nuvem sem água, ou se está sendo enganado por doutrinas perigosas de demônios sendo pregadas como se fossem verdadeiras e autênticas, mas que não passam de destruidoras mentiras e incorrem nas mais sutis CILADAS de Satanás para te iludir e impedir que você entre para o reino que Deus de antemão nos preparou, fica o ALERTA e recomendo fortemente que leia os artigos nos links abaixo, para o teu próprio bem:

É bom lembrar que o único (a) responsável pela sua salvação é VOCÊ MESMO!

LINKS SUGERIDOS – FALSAS DOUTIRAS:

ARREBATAMENTO NA 4° TROMBETA
http://www.entrenacoes.com.br/download/estudos/A%20quarta%20trombeta%20e%20o%20arrebatamento.pdf

CLAMOR PELO SANGUE DE JESUS
http://www.celeiros.com.br/arquivos/Estudos/Clamor%20pelo%20sangue%20de%20Jesus.pdf

CONSULTA À PALAVRA
http://www.celeiros.com.br/arquivos/Estudos/Consulta%20%E0%20palavra%20de%20Deus.pdf

USOS E COSTUMES
http://pastorsolon.com.br/artigos/Usos%20e%20costumes.pdf

CONSTRUINDO HERESIAS
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/09/a-obra-construindo-heresias/

DÍZIMOS
http://www.cristoeaverdade.net/cristo/index.php/joomlaorg/82-dizimos

fonte: https://radiomaanaim.wordpress.com/clamor-pelo-sangue-de-jesus/

Marcado:, , , , , , , , , , , , ,

Um pensamento sobre “igreja maranata – HERESIA É O DESVIO DA VERDADE – APOSTASIA É A PRÁTICA DA HERESIA – REFUTANDO A AULA – DEFESA DA DOUTRINA DO CLAMOR PELO SANGUE

  1. Diga não àSeita novembro 6, 2012 às 11:17 pm Reply

    Irmão A. Marques, esse negócio de clamor pelo sangue de jesus é tão sutil, que eles conseguem mudar o foco do Senhor Jesus para algo que esteja em torno de Jesus, que é o Seu sangue.
    Ter Cristo como centro da salvação é um dos pilares do Cristianismo, mas eles conseguem citar Cristo, mas não focar nele.
    Isso é de uma maldade que não tem tamanho!
    E tem outra coisa que lembrei agora, se fosse uma revelação divina, tais palavrinhas mágicas não estariam na boca de qualquer um, inclusive sendo bordão em uma novela da globo certa vez. Lembra disso?
    É, o diabo não aparece como ele realmente é! Usa várias faces, mas sobretudo dissimuladas, e camufladas com uma roupagem de ser coisa boa!
    Bobos fomos nós em acreditar em uma idiotice dessas, e mais tolos ainda são os que insistem em permanecem aplicando algo totalmente antibíblico, e que não há precedente na Palavra, sob o pretexto de um ou outro ter uma experiência aqui ou acolá.
    O erro mais grave não é alguém citar o sangue de Jesus em sua oração, mas é querer elevar tal prática ao patamar de doutrina, sendo que nem o Senhor Jesus, nem um discípulo sequer, nem qualquer outra personagem bíblica tenha usado de tal artifício, como garantia de livramento, vitória ou qualquer outra coisa, em decorrência de oração! Mas sim EM NOME DE JESUS!
    É um devaneio! Uma insanidade!
    Foge dela, povo meu!
    A Paz do Senhor!
    Alandati.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Desperta, Crente!

Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou. João 6:29

Cavaleira Da Verdade

A verdade sobre a seita Maranata

apenas

apenas reflexões escritas a penas e a duras penas

Testemunhos de retirantes da maranata

Testemunhos de retirantes e vítimas da seita maranata

Cavaleiro Veloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória

lupo cattivo - gegen die Weltherrschaft

Nachrichten-Hintergründe-Informationen-Zusammenhänge, die man bei "WIKILEAKS" nicht findet.....

Torre dos atalaias de Jesus Cristo (Yeoushua)

Torre forte é o nome do SENHOR; a ela correrá o justo, e estará em alto refúgio. Provérbios 18:10

a obra revelada da icm maranata

obra da igreja cristã maranata

Frederico Fiuza \o/ UND3RW0LRD OF D3RF

Lugar para encontrar um pouco de tudo o que é bom e saudável para leitura ! Aproveitem !

maanaim da maranata

radio maanaim da maranata falando a verdade

Só a Palavra

A Deus toda a Glória, Honra e Louvor, pelos séculos dos séculos

Revelando o segredo da obra maranata

Revelando o segredo da igreja cristã maranata

Diga não àSeita

Se te falarem poucochinho, diga não àSeita!

Materias Maranata

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

SUPERABUNDANTE

"Para a liberdade foi que Cristo nos libertou." (Gl 5:1a)

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d blogueiros gostam disto: