igreja cristã maranata – o espírito da igreja cristã maranata

“A dinâmica da obra”

O pai da igreja cristã maranata!

Foi matéria na época de 60 com foto de jim jones, abílio gueiros o pai do fundador da maranata gedelti gueiros. Saiu uma reportagem nos jornais locais em Vila Velha e Vitória com a visita de jim jones. Os três sairam em foto.

Jim jones entregou para gedelti gueiros o manual como dominar massas com certas passagens da Bíblia. Essa a razão do papo ser sempre o mesmo e ai daquele que questinar, mesmo com fundamento nas Escrituras! o manual já continha a resposta! “A letra mata”, “Você está caíndo irmão!”

Além disso entregou ideias como ganhar dinheiro com tráfico de bebês e contrabando para financiar os primeiros passos dessa seita.

E SIM na tragédia de Jonestown deve ter jovens Brasileiros assassinados por jim jones que foram vendidos como bebês para a seita de jim jones através do tráfico de bebês do irmão de gedelti, jedaias gueiros!

O objetivo dessa seita sempre foi o controle de massas para controlar a politica! E quem liderasse essa seita teria em retorno milhões, bilhões porque a obra é dinâmica.

Os próprios escravos trazem mais vítimas para a obra para colocar o dreno do dízimo na veia dos escravos.

Com cada escravo mais um voto para comprar politico na próxima eleição.

Com cada politico mais terrenos doados para a obra.

Com cada politico mais dinheiro dos cofres públicos para a mão direita de jim jones.

Aqui encontramos a verdadeira dinâmica da obra!

Entre 1962 e 1965 jim jones ficava visitando igrejas e seitas para plantar sua semente do anticristo. Ele encontrou ouvidos na família Gueiros em Vilha Velha no Espírito Santo.

Nas primeiras tentativas gedelti tentou plantar as ideias de jim jones na igreja Presbiteriana de Vila Velha, mas para isso precisava do controle absoluto na igreja. Essa tentativa falhou quando seu irmão jedaias gueiros não foi eleito pastor primor na Presbiteriana. Continuou com intrigras dentro da igreja Presbiteriana para conseguir esse controle mas falhou.

Em segundo plano o irmão jedaias gueiros começou com o tráfico de bebês usando seu cargo de juíz no Espírito Santo e com contrabando de mercadorias nas fronteiras internacionais para financiar a fundação da “igreja cristã presbiteriana” sob comando da família gueiros.

Esta história pode ser verificada no livro do Dr. Joel Brinco “50  anos  de história da Igreja Presbiteriana de Vila Velha”

http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/02/21/icm-maranata-a-obra-revelada/

Em 1978 aconteceu a morte coletiva dos escravos de jim jones no maanaim em Jonestown! Mais de 900 vítimas seguindo o pastor da morte e entre elas mais de 200 jovens que não puderam ser identificados. Acabaram enterrados no cemitério de Greenwood sem nome.

morte na seita no maanaim em jonestown

morte na seita no maanaim em jonestown

Em 1978 gedelti decidiu trocar o nome da seita dele para dificultar um vínculo com jim jones, a igreja cristã presbiteriana agora se chamava igreja cristã maranata.

igreja cristã maranata - o espírito da igreja cristã maranata

igreja cristã maranata – o espírito da igreja cristã maranata – jim jones

O espírito dessa obra maranata tem nome! Ele se chama JIM JONES, o pai da maranata!

PAZ

http://minilua.com/jim-jones-pastor-demonio/#reading

http://pt.wikipedia.org/wiki/Jim_Jones

Anúncios

igreja cristã maranata – Operação "entre irmãos" apreende documentos em sedes da Igreja Maranata

 

Operação apreende documentos em sedes da Igreja Maranata

 

Tiago Félix
Rádio CBN Vitória (93,5 FM)

 

Uma operação do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Polícia Militar, cumpriu 12 mandados de busca e apreensão na manhã desta segunda-feira (26), em sedes administrativas da Igreja Cristã Maranata, na Grande Vitória. A operação teve como objetivo desarticular e colher provas relativas à suposta atuação de uma organização criminosa que opera na igreja.

Os trabalhos do Gaeco tiveram início às 6 horas desta segunda e a operação recebeu o nome de “Entre Irmãos”. Um dos locais onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão foi no Presbitério da Igreja Maranata, no Centro de Vila Velha. No local, policiais apreenderam vários documentos. Atuaram na vistoria ao prédio, policiais da Ronda Ostensiva Tática Motorizada (Rotam).

Já na Fundação Passos Barros, em Civit II, na Serra, os policiais do Batalhão de Missões Especiais (BME) e membros do Gaeco apreenderam documentos e um computador. Na fundação funciona uma clínica médica especializada, pertencente à Igreja Maranata. Segundo agentes do Gaeco, a sala da administração do prédio foi lacrada. Também foram alvo da operação locais de retiros espirituais, conhecidos como Manains, em Cariacica, Vila Velha, Serra e Domingos Martins.

Através de ordem judicial os promotores também garantiram a quebra dos sigilos fiscal e bancário dos envolvidos e o sequestro de bens, ativos e valores supostamente desviados, visando ao resguardo e restituição à Igreja e aos cofres públicos do que foi desviado, assim como o afastamento e o impedimento de acesso de toda a direção da Maranata às áreas administrativas da igreja. O acesso aos templos continua liberado aos fiéis.

Leia também
Veja novamente a série de reportagens que denunciou o esquema da Igreja Maranata

Segundo o MPES, o grupo é investigado desde fevereiro deste ano, por desvio de recursos de doações de dízimos em proveito particular e de terceiros. A organização, segundo o Gaeco, utilizava-se de de falsificações, ocultação e dissimulação de bens e valores. O esquema de corrupção tem envolvimento de pastores, diáconos e até fornecedores e chegou a ser investigado pela cúpula da Maranata. O caso foi parar na Justiça.

Foto: Tiago Felix

igreja cristã maranata - Operação "entre irmãos" apreende documentos em sedes da Igreja Maranata

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) recolheu documentos nas sedes administrativas da Igreja Maranata

Na apuração realizada internamente pela igreja chegou-se ao nome do vice-presidente da Maranata, Antônio Ângelo Pereira dos Santos, que na época chegou a ser afastado. No momento, toda a cúpula da igreja vem sendo investigada, inclusive o presidente, Gedelti Gueiros. Estimativas iniciais da igreja indicavam um rombo R$ 21 milhões. No entanto, a ação protocolada na Justiça pede o ressarcimento de apenas R$ 2,1 milhões.

Investigações

As investigações do Ministério Público Estadual, que tiveram início em fevereiro deste ano, colheram provas e indícios do envolvimento de membros da cúpula da Igreja que, através de pagamentos justificados por notas fiscais ilícitas e sem lastro, emitidas por fornecedores participantes do esquema, promoviam a saída irregular de caixa e de recursos da Maranata, formando uma contabilidade paralela e atendendo interesses contrários à maioria dos membros, à vocação religiosa e às disposições estatuárias da Igreja.

Da mesma forma, há suspeitas de uma série de outras irregularidades, que vão desde a utilização de policiais para guarda e segurança de membros e templos da igreja, à contratação de serviços superfaturados e desvios de emendas parlamentares destinadas à fundação vinculada à Maranata.

Ao todo, quatro membros do Ministério Público e 72 Policiais Militares auxiliaram nos trabalhos. A partir da agora, os promotores irão analisar tudo o que foi apreendido, além de depoimentos de investigados e testemunhas que serão colhidos nos próximos meses.

Foto: Ricardo Medeiros – GZ

igreja cristã maranata - Operação "entre irmãos" apreende documentos em sedes da Igreja Maranata

Policiais do BME deram apoio à operação

Os crimes investigados são os de lavagem de dinheiro, estelionato, falsidade ideológica, formação de quadrilha e tráfico de influência.

Doações

Entre os anos de 2005 e 2011, foram destinados R$ 1,8 milhão de recursos públicos por deputados estaduais para a fundação Passos Barros da Igreja Cristã Maranata. Entre os parlamentares que destinaram recursos através de emendas estão Elcio Álvares, Aparecida Denadai, Geovani Silva e Jurandy Loureiro.

Os três primeiros são fiéis da igreja; e o último, amigo pessoal do presidente da instituição, Gedelti Victalino Gueiros. Os valores foram entregues para compra de ambulâncias, subvenções sociais, apoio a entidades filantrópicas, compras de equipamentos e até para melhorias no atendimento.

Quem mais fez doações no período foi Elcio Alvares, no valor de R$ 860 mil. Seguido de Aparecida, Geovani e, por último, Jurandy. A deputada Aparecida Denadai, que destinou R$ 450 mil em emendas parlamentares para a Fundação Manoel de Passos Barros, não acredita que o dinheiro foi alvo de desvios. “Acho que deve estar havendo algum engano, a fundação é um exemplo de administração do dinheiro público”, destacou.

Ela afirma que os recursos foram destinados depois que fez uma visita à instituição, onde verificou que os equipamentos eram para atendimento de pacientes com câncer e problemas renais. “Fiquei impressionada com o atendimento. Nunca me arrependi por ter viabilizado as emendas porque achei que o dinheiro estava sendo bem aplicado, e ainda acredito”, pontuou Aparecida.

A parlamentar acrescentou que conhece os administradores da fundação: “São pessoas honestas, competentes. Tenho convicção de que está havendo algum equívoco. Não acredito que estejam envolvidos em nenhum tipo de desvio”, assinalou Denadai.

A nossa equipe de reportagem ainda não localizou Elcio Alvares, Geovani Silva e Jurandy Loureiro para falarem sobre o assunto. Os advogados da Igreja Maranata acompanharam os trabalhos das policias, mas ainda não se pronunciaram.

A Polícia Federal também realizou nesta manhã de segunda (26) operação nos mesmos locais visitados pelo Gaeco. No entanto, detalhes das buscas não foram divulgados por conta do segredo de justiça.

 

igreja maranata – nas sedes da igreja maranata da grande Vitória são colhidas mais provas com a operação entre irmãos

Policiais cumprem mandados de busca e apreensão em sedes administrativas da Maratana na Grande Vitória

 
Rádio CBN Vitória (93,5 FM)

 

O Ministério Público Estadual deflagrou no início da manhã desta segunda-feira (26/11), a Operação “Entre Irmãos”, com o objetivo de desarticular e colher provas relativas à suposta atuação de uma organização criminosa que opera no âmbito da Igreja Cristã Maranata, desviando recursos de doações de dízimos em proveito particular e de terceiros, valendo-se de falsificações, ocultação e dissimulação de bens e valores.  A operação consiste no cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão, além da efetivação de ordens judiciais de afastamento e impedimento de acesso de toda a direção das áreas administrativas da igreja.  Também por ordem judicial, foi determinada a quebra dos sigilos fiscal e bancário dos envolvidos e o sequestro de bens, ativos e valores supostamente desviados.
Desde 6h da manhã, a movimentação é intensa no presbitério da Igreja Cristã Maranata, no Centro de Vila Velha. A Polícia Federal e a Rotam estão na sede administrativa da igreja. As investigações do Ministério Público do Espírito Santo tiveram início em fevereiro de 2012. Na época foram colhidas provas e indícios do envolvimento de membros da cúpula da Igreja na saída irregular de caixa e recursos da Maranata.

 

Ouça as informações de Ana Paula Mill

Ouça as informações de Tiago Félix

 

Ao todo, quatro membros do Ministério Público e 72 Policiais Militares auxiliam nos trabalhos e, a partir da agora, vão analisar conjuntamente documentos, computadores, dados e depoimentos de investigados e testemunhas que serão colhidos nos próximos meses. De acordo com o Ministério Público, os crimes investigados estão previstos nos artigos 171, 288, 299, 332 todos do Código Penal e nos artigos 2º da Lei n. 9.613/1998.

 

Ouça as informações de Vilmara Fernandes

 
fonte: http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/11/cbn_vitoria/reportagens/1376728-policiais-cumprem-nesta-manha-mandados-de-busca-e-apreensao-em-sedes-administrativas-da-maratana-na-grande-vitoria.html

Igreja cristã maranata – notícias sobre suspeita de crimes da maranata nos estados unidos

Siga durante esta semana inteira para conhecer a “obra no exterior!” em Massachusetts nos Estados Unidos.

http://www.betomoraes.com/

Crimes possíveis já denunciados nos Estados Unidos praticados por “ungidos” do senhor (senhor da maranata claro):

– lavagem de dinheiro do crime organizado

– desvio do dízimo (também nos EUA)

– tráfico de drogas

– tráfico de CRIANÇAS!!!!!!!!!!!!

– mafia – formação de quadrilha!

– 300 milhões de USD em paraísos fiscais.

– Notas frias na contabilidade

– Sequestro

Acompanhe:

http://soundcloud.com/anonwhymously/wlyn-em-maranata-1

A máscara da seita fundada por gedelti gueiros com ajuda de jim jones na decada de 60 está caíndo!!

igreja cristã maranata – o avô que não é da obra não tem direito a cadeira de rodas da obra… atitudes "cristãs" de pastores da "obra"

cadeira de rodas só para quem é da obra icm

cadeira de rodas só para quem é da obra icm

Boa noite meus irmãos,
irei narrar dois fatos que aconteceram comigo.

Visito este blog a um certo tempo, e com base em tudo que leio aqui, e fico “fitando” o que acontece dentro das organizações Maranata.

Meu avô não é da maranata e sofre de Mal de Alzheimer, Doença de Alzheimer ou simplesmente Alzheimer, é uma doença degenerativa atualmente incurável mas que possui tratamento.

Entao ele estava precisando de uma cadeira de rodas. Minha mãe, por ser da maranata igual a eu, foi pedir para um irmao diacono de nossa igreja.
Esse irmão “emprestou” a cadeira de rodas, com 1 dos pneus rasgado, minha mãe acertou e levou para meu avô, isso faz uns 6 meses atrás.
Quando foi semana passada, o irmao veio pedir a cadeira de volta, pois essa cadeira pertencia a outra igreja do meu bairro, no caso a igreja II. Mass ele queria de volta simplesmente porque não era da nossa, e sim da II.
Pensei comigo: Cade a igreja para ajudar os necessitados?

Então, fui ate esse irmao e comentei com ele a necessidade do meu avo.
E ele me disse:
– seu avo nem é da obra, entao temos que pegar a cadeira devolta.

Amados, não aguentei, eu disse a ele,

– o meu dizimo e o dizimo da minha mãe daria para comprar, 4 cadeiras dessas, e quando eu peço para vc deixar uma cadeira velha para meu avô vc me diz isso? Apartir de hj nao darei mais dizimos, eu disse a ele; e ele falou:

– vc vai cair.

rs pode uma coisa dessa?

ai ai
.
.
Bem vindo, amado.

Breve olhar a respeito da “igreja de Deus…corpo de Cristo” deixei em

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/04/lavando-os-pes/

Esteja à vontade.

Na “obra” dos meia-solas orgulhosos… pode.

Na obra dos levitas e sacerdotes do presbitério… pode. O sistema é avarento, desumano, ingrato, preconceituoso e sectarista); e se alguém confrontar preconceitos ou questionar – a maldição vem. Na hora!

No entanto, um bom samaritano apareceu na graça e na misericórdia, e, deixando de lado farisaismo, placas de religião e muitos preconceitos religiosos e sociais, assumiu a causa do necessitado.

Quando aparece um bom samaritano, nenhuma maldição o alcança. A graça afasta a maldição, quebra o jugo imposto pela obra e a história tem um final feliz.

Sempre!

Sê forte.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/11/discriminacao-narcisismo-e-orgulho-religioso/comment-page-1/#comment-23666

Comentário:

O comentário do irmão com a cadeira de rodas “negada” ao avô porque não é da obra me lembra do caso do Hospital Metropolitano em Vitória…

Já repararam que o Hospital Evangélico em Vila Velha está lotado de saias de jeans? (Desculpem em falar assim)

Eu falo assim porque sei que muitos da maranata procuram nesse hospital, que se pode considerar um dos melhores, tratamento e consultas.

Ótimo, sem problema – é um hospital CRISTÃO para ajudar pessoas carentes. Mas a própria icm jamais contribuiu com um centavo para esse hospital!

Pelo contrário, o Hospital Evangélico foi fundado com ajuda do dízimo de uma igreja na qual os primeiros maranatas até roubaram os bancos para os primeiros templos da icm.

O dízimo dos maranatas foi usado para comprar mais de 50% do hospital Metropolitano em Vitória com ajuda do deputado manato, que foi eleito para deputado com os votos dos maranatas e na época era presidente do hospital Metropolitano.

Bom – seria então óbvio que os maranatas pudessem procurar pelo menos por tratamento e consultas no hospital Metropolitano que foi comprado com o dízimo deles ou não? Outra sacanagem… só aceitam os melhores planos de saúde.

Só pra entender porque não “sobra” dízimo nas unidades locais da “obra”…

Ele é muito bem aplicado a favor dos donos da icm!

Só pensando nisso é rídiculo…

Os maranatas procuram ajuda no Hospital Evangélico da “mescla”…

Nos maanains ficam rindo com piadas sobre a mescla!

Mas na hora que necessitam ajuda, de tratamento a “mescla” serve.

Enquanto isso o a”obra maravilhosa” usa até nesta area o dízimo para os gueiros serem proprietários de um hospital particular.

Chega a ser doente conhecendo hoje os fatos…

PAZ

igreja maranata – a ocasião deveria fazer o ladrão!?

“A OCASIÃO DEVERIA FAZER O LADRÃO!?”

igreja maranata - a ocasião deveria fazer o ladrão!?

igreja maranata – a ocasião deveria fazer o ladrão!?

.

O comentário a respeito da Enquete nº 6 começa com essa imagem que encontrei na rede, e achei interessantíssima.

.

Veio logo a minha mente uma viagem, tentando me transportar até aquele lugar, onde está aquele grande cofre, supondo o mesmo entupido de cédulas de reais, euros, dólares e outros dinheiros de outros lugares do mundo, cuja trajetória é uma série de pensamentos hipotéticos, os quais compartilho com os irmãos, pois julgo interessantes.

.

A partir de então, falaremos em situações de ficção, as quais foram proporcionadas com ilações relacionadas a alguns fatos que conhecemos a respeito do escândalo da icm e hipóteses concernentes a possíveis comportamentos dos homens, que por vezes podem “meter os pés pelas mãos”!

.

Vamos viajar comigo:

.

Minha presença ali seria interessante se, e somente se, o conteúdo imaginado estar no cofre, fosse de minha posse e titularidade, do contrário, em pertencer a outro, não passaria de um objeto alienígena àquele cenário. O que realmente a imagem gera, em princípio, para quem é honesto, correto, e sabe que o que usufrui de conforto é proveniente de trabalho, muito trabalho, esforço, estudo, batalha, guerra. A cada dia se “mata um leão”, como se costuma dizer.

.

Mas o exercício mental continua, enquanto imaginamos aquele mesmo cofre, naquele lugar, com total ausência de vigilância, repleto de dinheiros de todas as espécies, com o segredo de abertura no conhecimento de pessoas inescrupulosas, que não primam em viver do suor do rosto, mas que se aproveitam de facilidades para usufruírem de benesses, pouco importando que a alimentação do cofre é decorrente de sacrifício, privação, passagem por necessidades de alguns. Afinal, aqueles estão debaixo da planta dos “pes”!

.

Na posse desses valores astronômicos, os lobos da avareza ensaiam uma pequena sangria inicial, meio tímidos, parecendo com aquele guri, que faz uma travessura, e olha para todos os lados, querendo perceber se está sendo observado, ou algum adulto gritasse de longe: “oh, moleque, tira a mão daí. Isso não é teu! Isso não te pertence!”.

.

Se isso ocorresse, fatalmente as próximas investidas iriam ser mais difíceis. Aquele moleque travesso pensaria duas vezes em tentar fazer de novo outra estripulia. De igual forma, os amantes dos bens dessa vida, servos de Mamom, também ficariam temerosos a possíveis repúdios e condenações populares, visto que já na primeira tentativa, que por sinal, restou como exitosa, alguém percebeu e acusou o delito.

.

Mas, ao contrário disso, a investida inicial foi pacífica, girou-se o segredo, abriu-se o cofre, pegou-se o que podia e era suportado nas roupas, e houve a saída. Ninguém viu, ninguém entendeu, ninguém percebeu ser errado, enfim, todos ao redor estavam concentrados em outras coisas, aliás tendo sido direcionados a pensar naquilo mesmo que os próprios possuidores do segredo do cofre teriam anunciado como importante.

.

Diante do sucesso da primeira vez, muitas outras vezes aconteceram, seja pessoalmente, ou por amigos, ou parentes, relacionados com ao ciclo de confiança daquele que era e é possuidor do segredo que daria acesso ao conteúdo daquele cofre. Ademais, seria praticamente impossível passar despercebido o efeito daquela riqueza, totalmente incompatível com o poder aquisitivo do indivíduo. Isso fez com que se abrisse a “teia” para um número maior de pessoas que pudessem ter acesso ao cofre, e portanto conheciam a forma do enriquecimento. Além disso, dessa forma, poder-se-ia garantir um pacto de confiança entre os envolvidos naquele segredo, a ponto de um esconder o que o outro faz, sob risco da própria pele estar em jogo.

.

Por fim todos já encontravam viciados naquela prática, que ninguém fora do esquema questionava, nem vinha de encontro, nem acusava, e se algum pudesse insurgir, simplesmente este seria abarcado facilmente para o grupo, quando lhe seria oferecida uma parte no bolo, porque os ingredientes para a confecção do mesmo sempre foram garantidos e não se esgotavam. Mais um ou menos um para comer o bolo não faria muita diferença, dada a vultosidade do montante acumulado.

.

O que viciava também era o usufruto das consequências que aquela fonte de recursos poderia trazer, tais como abertura de empresas, compras de imóveis, no Brasil e no exterior, realização de cirurgias plásticas, aquisições de carros importados, usos de grifes chiques e caras, passeios ao redor do mundo, etc.

.

Mas, aí nós voltamos ao início de tudo, lembrando da imagem do cofre ao céu aberto, sem vigilância alguma, e se realmente estivesse cheio de dinheiros, nacional e estrangeiros, e perguntamos: o cofre pode ser de quem comprou, restando a umas poucas pessoas o seu controle, mas o seu conteúdo pertence à coletividade, seria justo que algumas poucas pessoas também administrassem tais recursos, utilizando-se dos mesmos para benefício próprio?

.

Alguém, em sã consciência, tomando conhecimento uma vez que o valor ali depositado, por confiança na “mão” do dono do cofre, estaria sendo desviado para outra finalidade, continuaria guardando ali as suas economias?

.

Se uma vez descoberto que o dono do cofre estaria usando para si e para outros, facilitando acesso aos valores depositados no cofre, que são oriundos de outros que teriam confiado na sua honestidade, para parentes, para amigos, para compadres, ou para quem ele quisesse, e ao ser perguntado diretamente a ele, seria coerente ele negar o que estava fazendo ou confessar o erro?

.

Se confessasse, talvez poderia até receber nova chance de muitos, que poderiam pensar que teria errado, dentro daquela modalidade, “a ocasião faz o ladrão”, mas que teria se arrependido, prometendo agora que não iria repetir tal ato, inclusive abrindo a chance de outro ou outros para administrarem os valores do cofre, da ignomínia que estaria passando, diante das pessoas que confiaram em sua honestidade, e foram traídas dolosamente.

.

Ou então, diria que não colocou a mão naqueles valores hora nenhuma, nem favoreceu ninguém para fazê-lo. Nesse ponto, a situação fica mais difícil, visto que depois, fatalmente alguém poderá tomar conhecimento das evidências de que alguém estaria realmente fazendo o que o dono do cofre estaria negando ser a prática.

.

Para essa última alternativa, a conclusão de qualquer pessoa séria, preocupada, correta, honesta, e que não gosta de ser enganada, é que a pessoa em quem se confiava piamente, a ponto de entregar valores para que pudessem ser custodiados por ele, é uma mentirosa e desonesta, pois não agiu com fidelidade nem antes das suspeitas, nem depois que alguém levantou a possibilidade de existirem irregularidades relacionadas àquela função confiada a ele em executar.

.

Os desdobramentos, tanto em uma quanto a outra, das alternativas hipotéticas apresentadas acima, seriam de se ter uma total insegurança, com o efeito imediato da desconfiança que, a partir dali, resultaria na ação, por muitos, de não deixarem mais os seus dinheiros ali, e sim procurarem um outro lugar e um outro administrador mais confiável, ou simplesmente honesto.

.

Ah, que bom que nada do que imaginamos está acontecendo na icm, isso tudo é mentira!

.

Ou como diz o “filósofo” Caetano Velozo, com aquele sotaque baiano: “Ou não!”.

.

Sei lá, só o tempo vai dizer…

.

A Paz do Senhor!

.

Alandati

.

O resultado da pesquisa foi:

.

94 %, aproximadamente, entende que “O que fizeram foi algo ilegal, antiético, imoral, pois além de abrirem as empresas particulares com o dinheiro dos “dízimos”, ainda executam serviços exclusivos e superfaturados.”, e

.

6 %, aproximadamente, entende que “Eu concordo que os pastores, familiares e amigos sejam até titulares de empresas, mas não que tenham integralizado as mesmas com o “dízimo” dos irmãos.”.

.

Graças a Deus ninguém corroborou as outras assertivas que versavam sobre, de um jeito ou de outro, avalizarem uma possível atitude de beneficiamento próprio e dos “chegados”, relacionados a um nepotismo claro, por parte dos administradores do pes, e consequentemente da icm.

.

O acesso à enquete é o link abaixo:

.

http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/10/18/enquete-no-6/

fonte: https://diganaoaseita.wordpress.com/2012/11/19/a-ocasiao-deveria-fazer-o-ladrao/

igreja cristã maranata – Ao invés de perderem tempo para falarem mal dos outros , deveria estar evangelizando para ganhar vidas.

Ao invés de perderem tempo para falarem mal dos outros , deveria estar evangelizando para ganhar vidas. Tenho certeza que essa postura não agrada ao Senhor, vcs se comportam como aqueles homens que queriam apedrejar a mulher adúltera e Jesus replicou dizendo “Quem não tiver pecado atire a primeira pedra”.
Então se vocês se acham santos demais continuem atirando pedras, na certeza de que JESUS não esta com vocês, por que esta postura é anti-bíblica.

”Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Aquele que fala mal do irmão, ou julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz.” Tg 4.11

”Seis cousas o Senhor aborrece… testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre os irmãos.” (Pv 6.16,19)

De boas palavras transborda o meu coração… nos teus lábios se extravasou a graça; por isso Deus te abençoou para sempre.” (Sl 45.1,2)
.
.
É mesmo?!

Emanuele,

Bem vinda.

Esteja à vontade para comentar, copiar e especialmente endereçar e-mail’s com links dos artigos ao amado pastor da unidade local da ICM-PES onde V. está, pedindo que ele conteste os artigos.

Enquanto isso, faça um favor à sua alma preciosa e digiteOSSORREVELÔ no GOOGLE, acesse os links respectivos… e depois me fala.

Não comentarei sua postagem e nada mais vou lhe dizer… outros responderão.

Viu? O som do TAMBOR chegou aos seus ouvidos.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/12/eu-e-o-meu-tambor/
.
Você não mais poderá dizer: NINGUÉM ME AVISOU.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/02/operacao-abafa-desvio-de-recursos/#comment-22790

comentário Pastor Gil:

Emanuele, o teu presidente amaldiçoa e lança praga nos retirantes. E tu ficas caladinha… achando que o monarca religioso tá na revelação, né???

Porque tu não pedes a comissão da seita herética para explicarem o que fizeram com o dinheiro dos dizimos?

Porque não pedes ao teu pastor para explicar toda essa tragédia que envolve esta seita?

Porque não pedes para o dono da seita em que tu estas explicar que ele é alvo das investigações do MPES??? Porque??

Tu sabes ler…. então…

a investigação chega a líderes da Maranata
http://www.youtube.com/watch?v=U4egV1Z5lrg&feature=related

o clamor é público mas nada é transparente
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/o-clamor-publico/

o Ministério Público faz o seu trabalho
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/04/nota-a-imprensa/

ACORDA!!!!

um abraço fraternal

Blog do Cavaleiro Veloz

Um grito contra a heresia icemita!

Desperta, Crente!

Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou. João 6:29

Cavaleira Da Verdade

A verdade sobre a seita Maranata

apenas

apenas reflexões escritas a penas e a duras penas

Testemunhos de retirantes da maranata

Testemunhos de retirantes e vítimas da seita maranata

Cavaleiro Veloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória

lupo cattivo - gegen die Weltherrschaft

Nachrichten-Hintergründe-Informationen-Zusammenhänge, die man bei "WIKILEAKS" nicht findet.....

Torre dos atalaias de Jesus Cristo (Yeoushua)

Torre forte é o nome do SENHOR; a ela correrá o justo, e estará em alto refúgio. Provérbios 18:10

a obra revelada da icm maranata

obra da igreja cristã maranata

Frederico Fiuza \o/ UND3RW0LRD OF D3RF

Lugar para encontrar um pouco de tudo o que é bom e saudável para leitura ! Aproveitem !

maanaim da maranata

radio maanaim da maranata falando a verdade

Só a Palavra

A Deus toda a Glória, Honra e Louvor, pelos séculos dos séculos

Revelando o segredo da obra maranata

Revelando o segredo da igreja cristã maranata

Diga não àSeita

Se te falarem poucochinho, diga não àSeita!

Materias Maranata

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

SUPERABUNDANTE

"Para a liberdade foi que Cristo nos libertou." (Gl 5:1a)

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.